Os dias 21 e 24 de abril foram de grande festa para a Paróquia, o Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Vitória, Dom Rubens Sevilha presidiu as Missas para ministrar o Sacramento do Crisma para 206 fiéis, entre jovens e adultos.

No primeiro dia de celebração 101 fiéis renovaram as promessas batismais e dez deles receberam fizeram a Primeira Eucaristia. No segundo dia foram 105 fiéis, dos quais nove comungaram pela primeira vez.

A caminhada de preparação para o sacramento teve início em 20 de maio de 2015 e finalizou no último dia 6 de abril. A metodologia aplicada para esta turma teve inspiração catecumenal, levando os candidatos, nos encontros e nas celebrações, a se aprofundarem sobre o Cristo, sobre a vida na Igreja, os Sacramentos, a vida na comunidade de fé e a fidelidade ao projeto do Reino. Numa caminhada gratificante e reflexiva acerca de temas ligados à religião, ao seguimento a Cristo, à Palavra de Deus, aos problemas sociais, ao desafio de ser cristão num mundo tão conflituoso; eles foram se conhecendo, trocando experiências, pensamentos e conhecimentos, que culminaram no belo momento partilhado nas celebrações, testemunha Carlos Vinícius – Coordenador Paroquial de Crisma.

Não é o fim desta caminhada. Completada a iniciação cristã, é hora de refletir sobre os sacramentos do Batismo, da Confirmação e da Eucaristia, num aprofundamento da vida sacramental que gera nova identidade configurada na Páscoa de Cristo. Este é o tempo da Mistagogia. Assim, amadurecidos na fé, no amor, na caridade, na fraternidade e na humildade, desejamos que partam para a missão que lhes foi dada no batismo e confirmada neste sacramento, de serem luz e sal para o mundo, e instrumentos para que a Palavra de Deus seja vivida, proclamada e anunciada a todos e em todos os lugares onde estiverem, completa Carlos Vinícius.

“Ser catequista de Crisma é sempre um presente de Deus em nossa vida, um chamado ao aprofundamento no aprendizado sobre o reino de Deus. Jesus nos chama a cada turma, a conhecê-lo melhor, a saber mais sobre a nossa amada Igreja, seus Sacramentos, a vivência da vida comunitária e a fidelidade de sermos filhos do Pai. Trazer o Reino de Deus mais próximos de nós. Que o Espírito Santo, dom de Deus, os façam vivenciar um eterno Pentecostes em suas vidas e que cada dia eles se sintam mais cheios de sabedoria, inteligência; e tenham um espírito de ciência, piedade, temor, conselho e fortaleza para levar consigo por toda vida.” – Cláudia Souza Trigo Lopes, Catequista da Comunidade Santo Antônio.