As três comunidades da Paróquia se preparam para a Vigília Eucarística que faz parte do Tríduo Pascal.

TRÍDUO PASCAL

É a celebração mais importante de toda a Liturgia da igreja. E a mais longa. Essa celebração é uma só, mas se estende e se divide em três partes, durante três dias. Preste atenção nos detalhes:

CEIA DO SENHOR (quinta-feira Santa, à noite)

Começa com o sinal da cruz e faz memória da última ceia de Jesus onde Ele lavou os pés dos apóstolos. E hoje o padre lava os pés dos seus paroquianos. Perceba que a missa não tem Benção Final, mas após a comunhão as hóstias consagradas são levadas para outro recinto, fazendo alusão ao Cristo que fora preso nessa noite.

Participe no melhor horário, mas não deixe de viver esse momento especial de fé.

ESCALA VIGILIA-1

PAIXÃO DO SENHOR (sexta-feira Santa)

É a continuação da noite anterior. Não têm sinal da cruz no início e nem no final tem Benção, pois estamos no meio do tríduo. Único dia que não se celebra missa no mundo inteiro, pois se faz memória da paixão, beijando e adorando a cruz de Jesus.

VIGÍLIA PASCAL (sábado Santo ou de Aleluia)

Não inicia com o sinal da cruz, pois é a continuidade de quinta e sexta. Começa ao lado de fora da igreja com a Benção do fogo novo, pois Cristo ressuscitado é a luz que brilha nas trevas. As leituras fazem um resgaste de toda história da salvação, desde a criação do mundo, passando pelos patriarcas, profetas e terminando com o Filho de Deus vivo. Noite propícia para celebrar o batismo, pois pelo batismo nós renascemos com Cristo.

Já se pode dizer Feliz Páscoa.

(Padre Anderson Gomes)