O tema da Feira Bíblica é sempre o mesmo da Campanha da Fraternidade.

Assim, este ano as crianças abordaram a escravidão nos dias de hoje: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Com cartazes, maquetes, painéis e teatro, elas demonstraram o quanto aprenderam com a Campanha de Fraternidade, trabalhando situações de escravidão da atualidade.

Todos os trabalhos estavam primorosos, porém, merecem destaque a escravidão nas lavouras de cana de açúcar e carvoaria, onde as crianças encenaram a dureza da vida desses trabalhadores, a história de José, escravo no Egito e a criatividade das catequistas da Comunidade Santo Antônio, que demonstraram que, de forma lúdica e com aproveitamento de materiais recicláveis, é possível catequizar.

No jogo de boliche, feito de Pet, as crianças derrubam os pecados capitais e outros.

O grupo Fraternidade apresentou o trabalho escravo dos catadores de lixo demonstrando o quanto a coleta seletiva pode melhorar a vida desses novos escravos urbanos.

Os participantes foram convidados a demonstrar como se separa o lixo.