Cristãos leigas e leigos inspiram por meio de sua atuação na igreja e na sociedade

 

“Sal da Terra e luz do mundo” (Mateus 5,13-14), assim Jesus definiu a missão que confiou aos seus discípulos. A tarefa do cristão leigo é seguir os mandamentos de Jesus na família, na igreja, no trabalho, na sociedade civil, colaborando com a construção de uma sociedade justa e solidária (CNBB, documento 105). A Arquidiocese de Vitória organiza toda a ação da Igreja em nove Comissões Pastorais, das quais oito delas estão presentes na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Nesta reportagem, coordenadores das pastorais, associações, equipes e movimentos da Paróquia falam do trabalho realizado, lembrando que liderar é um ato de amor à Igreja.

 

Animação Bíblico-catequética

A Comissão Pastoral Arquidiocesana para a Animação Bíblico-catequética propõe um caminho de formação sistemática e progressiva da fé. Fazem parte dela o Batismo, a Catequese Infantil, a Perseverança, a Catequese de Adultos, a Crisma e os Círculos Bíblicos.

 

Pastoral do Batismo

O desafio da Pastoral do Batismo é encantar as famílias, para que sintam vontade de participar da Igreja. A inscrição da criança de até 06 anos, obrigatoriamente, é feita pelos pais, que devem participar de um encontro, seguido de um momento celebrativo nos lares. Antes do batismo, as crianças são apresentadas à comunidade em uma missa e, na véspera, é realizado um encontro com pais e padrinhos. O trabalho é coordenado por Rossana (matriz), Cândida (Santa Luzia) e Márcio (Santo Antônio) e organizado em três grupos: visitas, apoio aos encontros e decoração e preparo das lembranças.

 

Pastoral Catequética (Catequese, Crisma e Catecumenato)

Coordenada por Ibsen Pettersen, a catequese atua no trabalho de Catequese e Perseverança, preparação para Crisma e no Catecumentato. A catequese é o trabalho de evangelização das crianças acima de cinco anos e visa a ensinar a vida de Jesus e seus ensinamentos através da Bíblia, com inspiração catecumenal, preparando-as para a comunhão com Cristo através da Eucaristia. Na Santa Luzia, Maria da Penha coordena uma equipe com quatro catequistas. Desde 2002, elas atendem cerca de 10 crianças por turma. Na Santo Antônio, a coordenadora é Janine, que começou a atuar há sete anos. Atualmente, a Paróquia tem cerca de 35 catequistas que atendem a quase 400 catequizados.

 

A Pastoral da Crisma começou há dois anos e é responsável pela preparação catequética do jovem para o sacramento da Crisma. Atualmente, Silas e Michelle coordenam 45 catequistas nas comunidades Santo Antônio e Perpétuo Socorro. Para se inscrever é preciso ser batizado e ter 15 anos completos. As inscrições são abertas todo ano geralmente no mês de abril, pois as turmas se iniciam em maio.

 

O Catecumentato, formação de adultos, é coordenador por Jayme e Lúcia. Junto a outros quatro leigos, eles são responsáveis pelos cursos bíblicos, realizados preferencialmente no segundo semestre de cada ano, e Catequese do Catecumenato, para quem ainda não recebeu o batismo. As reuniões começam em maio e terminam na Páscoa do ano seguinte. Para participar da equipe é preciso ter conhecimento básico sobre a Bíblia e a Doutrina da Igreja e ter o compromisso de ensinar.

 

Pastoral Adolescente

Adorações, palestras, estudos bíblicos, festas, shows católicos, luaus, jogos, gincanas, noites do pijama são algumas das dinâmicas utilizadas para evangelizar adolescentes de 12 a 17 anos. A Pastoral, coordenada por Paulo e Mônica, também promove ações sociais, o Encontros de Adolescentes com Cristo e, em 2017, quer realizar um Encontro de Pais com Cristo. Quem organiza e dirige esses eventos são os próprios adolescentes, orientados pelos tios e jovens.

 

Jesus, o Sol da nossa Praia

O evento está em sua quarta edição e promove a evangelização por meio de momentos de integração, lazer, louvor e adoração entre paroquianos e turistas. A programação de 2017 terá luau, noite esportiva, farofão, adoração, cinema na praia, passeio ciclístico e missa com a presença de seminaristas, padres e bispos. Para ajudar a custear o evento, são vendidos produtos de verão. A coordenação geral é de Fernanda Hertel, mas cada ação tem um coordenador, que organiza a equipe de trabalho. As reuniões acontecem de acordo com a necessidade, abertas à participação de todos que desejarem.

 

Liturgia

A Comissão Pastoral Arquidiocesana para a Liturgia tem por objetivo acompanhar, incentivar e promover a vida litúrgica na Arquidiocese. Deseja oferecer formação litúrgica com sólido aprofundamento teológico. Tudo para que as celebrações contribuam para a maturidade cristã dos leigos.

 

Pastoral da Liturgia

É responsável pela participação ativa, consciente e frutuosa dos fiéis na celebração. Cuida da preparação, realização e avaliação das celebrações, sendo responsável pela arrumação do templo para as missas (separar as leituras no Lecionário, marcar o missal, verificar as velas, projetar os avisos, respostas das preces e do salmo, auxiliar a equipe de música e anotar as intenções da missa). Coordenadas por Andrea, as equipes litúrgicas de cada comunidade atuam em conjunto com a música. Geralmente, os membros da Pastoral da Liturgia se reúnem uma vez no mês para preparar os roteiros das celebrações do mês seguinte, e semanalmente para partilhar a ‪Palavra que será proclamada no final de semana, confirmar os leitores e orientar quanto às leituras e preces.

 

Equipe de Música

Tem uma seleção mais exigente. Seus membros precisam cantar com domínio de voz e afinação e tocar bem um instrumento. Para evitar constrangimentos, Walter, coordenador da equipe, diz que só fazem convite quando já sabem que a pessoa canta ou toca bem. Cada equipe faz ensaios periódicos de acordo com as escalas de missas e chega às celebrações uma hora antes para repassar as músicas do dia. O trabalho é realizado por grupos com cinco integrantes, para facilitar os ensaios e a harmonia, e precisa ser junto com as equipes de liturgia. É preciso conhecer os ritos da missa e ter percepção afinada com os acontecimentos.

 

Pastoral da Acolhida

É o cartão de visita da igreja. Seu trabalho consiste em receber as pessoas de maneira respeitosa, simpática, com atenção e simplicidade. Um bom dia, um sorriso, um aperto de mão e desejar a Paz de Cristo são gestos básicos. Os membros são responsáveis pela coleta das ofertas, distribuição de folhetos e da revista Panorama. Para fazer parte basta ter disponibilidade e procurar alguém da equipe. Na matriz, há 45 participantes; na Santo Antônio, 50 participantes; e na Santa Luzia, nove adultos e três pré-adolescentes. A Pastoral também tem o compromisso de acolher os caminhantes dos “Passos de Anchieta”. Nessa ocasião, a equipe abre a igreja, serve café, água e frutas, disponibilizam o banheiro e convidam os caminhantes para fazerem orações no Santíssimo.

 

Pastoral dos Coroinhas e Cerimoniários

A partir dos nove anos, crianças podem atuar como coroinhas e, após os 15, se forem crismadas ou estejam se preparando para o sacramento, como cerimoniário. A missão fundamental é auxiliar nas celebrações eucarísticas e nos demais serviços da comunidade. Coroinhas e cerimoniários também têm o papel de zelar pela comunidade como ambiente de oração, favorecendo o bom ambiente celebrativo, além de defender a Eucaristia. Coordenada por Rosiane, a equipe conta com a participação do seminarista Lucas. A formação e a admissão de novos membros são feitas anualmente e o convite é feito nos encontros de catequese.

 

Ministros Extraordinários da Distribuição da Sagrada Comunhão

O primeiro chamado dos chamados Ministros de Eucaristia é levar a comunhão a enfermos ou impossibilitados de participar das celebrações. Geralmente, são os parentes que solicitam a eucaristia. É feita uma primeira visita para conhecer o enfermo, entender sua dificuldade e necessidade, e depois a comunhão é levada até a casa da pessoa. Os ministros também atuam nas celebrações, ajudando na distribuição da eucaristia. Para isso, são responsáveis por preparar o momento para a ceia eucarística. Atualmente, nas três comunidades, Heloíza (matriz), Norma (Santa Luzia) e Ana Lúcia (Santo Antônio) coordenam o trabalho de 90 ministros e outros 90 estão em formação. As pessoas são indicadas pela equipe e precisam da aprovação do conselho da comunidade e do pároco, sendo ministros por três anos, renováveis, no máximo, por mais três.

 

Missa em sua Casa

O projeto, desde 2014, realiza Celebrações Eucarísticas em condomínios da Praia da Costa. Os moradores podem vivenciar uma experiência inovadora e um momento de congraçamento entre vizinhos. “Aproximar os católicos que moram num mesmo ambiente e que participam da Igreja e levar a palavra de Deus aos católicos afastados”, define padre Anderson Gomes. A missa já foi realizada em 28 condomínios. O morador interessado deve preencher uma ficha de inscrição e colocá-la, autorizada pelo síndico, nas urnas das três comunidades. Além das equipes ligadas à celebração litúrgica, os membros da equipe missionária, vinculada ao condomínio, visitam os moradores que manifestarem o desejo de recebê-los. Há quatro equipes: dirigentes (Merçon e Mariza), liturgia (Sérgio e Lúcia), estrutura (Walter e Iete) e comunicação (Tariza). Ao todo, 30 cristãos leigos realizam o trabalho.

 

Pequeninos do Senhor

Implantado em 2014, na matriz, e em junho deste ano na Santo Antônio, o trabalho dos Pequeninos do Senhor é evangelizar crianças de dois a sete anos durante as celebrações. Nos encontros, o evangelho é apresentado de forma lúdica e com linguagem adequada. Na matriz, oito equipes se revezam durante as missas de domingo, às 11h e às 19h30. Na Santo Antônio, quatro equipes atuam na celebração das 18h aos domingos. Cada voluntário serve apenas uma vez por mês, havendo uma reunião preparatória antes do encontro, convocada pelo coordenador de cada equipe. A coordenadora geral, Luciana Merçon, explica que para servir é preciso gostar de crianças, ter mais de 13 anos e já ter feito a Primeira Eucaristia.

 

Caridade, Justiça e Paz

A Comissão Pastoral Arquidiocesana para a Caridade, Justiça e Paz quer fortalecer a participação da Igreja na construção de uma sociedade justa e solidária, promovendo o respeito aos direitos humanos, à luz do Evangelho, da Doutrina Social da Igreja e da opção pelos pobres.

 

Pastoral da Saúde

Promover, cuidar e defender a vida é a missão da Pastoral da Saúde. Coordenada por Nara Medeiros, conta com 88 voluntários: profissionais da saúde e agentes visitadores. Eles também atuam no posto da Perpétuo Socorro, coordenado por Evanildes Riani, destinado a pessoas carentes e fazem visitas a cinco casas de repouso (Canto Feliz, Bem Viver; Sênior; Viver Bem; Recanto Verde), CREFES; e hospitais Praia da Costa e Antônio Bezerra de Faria (Projeto Amorizar). Também realizam aulas de respiração consciente e alongamento, às quartas-feiras, às 16h30, na matriz.

 

Pastoral da Pessoa Idosa

Seu principal objetivo é a socialização dos idosos, retirando-os do isolamento dos lares. As ações são coordenadas por Gilberto e dois subcoordenadores, Glauria e Ana Paula, que contam com 14 voluntários. Nas segundas-feiras, há encontros que visam a desenvolver o equilíbrio físico e emocional, com danças, passeios e palestras. Nas terças-feiras, cerca de 60 leigos entre 60 e 92 anos, reunidos em duas turmas, participam das oficinas de inglês. Nas quintas-feiras, oficinas de tecnologia ensinam os idosos a utilizar seus celulares, aplicativos e redes sociais. A equipe pretende realizar um Encontro dos Idosos com Cristo ainda neste ano e o desafio é iniciar visitas aos lares dos idosos.

 

Ecologia – Fraternidade e Vida

O grupo Fraternidade E Vida nasceu durante a Campanha da Fraternidade de 2011, voltada para a conscientização ambiental dos cristãos. Seu objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de vida, promovendo a conscientização ambiental dos moradores e apoiando ações que possibilitem a solidariedade através de mudança de atitudes. Quinze membros se reúnem nas quintas-feiras, às 20h30, no Centro Pastoral, e participam de atividades de cidadania e eventos promovidos pela Associação de Moradores da Praia Da Costa, Movive, Fórum Popular em Defesa de Vila Velha e dos Amigos da Restinga. Elza Batista representa o grupo na Paróquia.

 

Entre suas ações estão o apoio à Associação dos Catadores (REVIVE); aos Agricultores Orgânicos da feirinha da Praia da Costa; a campanha para recolhimento de óleo usado (Projeto Verde Vida com o Sabão Ecológico); campanha Festa Limpa realizada nas festas da Paróquia; campanha educativa para economia de água na Paróquia, com síndicos e lideranças comunitárias; plantio no Morro do Moreno; atividades educativas em vários locais e escolas. Também participam de dinâmicas e momentos de reflexão sobre o cuidado com a criação na Catequese, Perseverança e Grupo de Oração Sagrada família.

 

Vida e Família

A Comissão Pastoral para a Vida e Família tem como objetivo organizar e incentivar ações que motivem e defendam a vida e a família. Foi criada para atuar nas etapas pré e pós-matrimônio e também em casos especiais.

 

Pastoral Familiar

Coordenada pelo casal Mara e Sérgio, assessorado pelo Diácono João Tozzi, atua no setor de pré-matrimônio, realizando um trabalho de acolhida e de cursos de noivos. Esta etapa é feita por Casais Acolhedores, que recebem os noivos em casa, e mostram de forma prática e evangelizadora os desafios da vida a dois. Outra equipe é responsável pela organização dos Encontros de Noivos da Paróquia, que corre três vezes ao ano. Agora vai começar o trabalho do pós-matrimônio, com o acompanhamento por dois anos de casais com no máximo cinco anos de casados, que casaram na comunidade.

 

Outra ação desenvolvida são os Encontros de Casais com Cristo (ECC), coordenados por Fabiana e Carlinhos. Em 2016 foram realizados dois ECCs para atender o número de inscritos e, em 2017, também devem ser realizados dois novos encontros. Cada um mobiliza dezenas de casais que participaram de edições anteriores. O desafio é integrar os novos participantes em círculos de estudo e motivá-los a se engajarem nas pastorais, serviços e movimentos da igreja.

 

Equipes de casamentos

Maria José coordena a equipe de quatro pessoas, na matriz, que estão presentes sempre que há necessidade de arrumar a igreja para alguma festividade, colaborando com a Pastoral da Liturgia. Essa atividade busca evangelizar através das belezas na liturgia. Na comunidade Santa Luzia, a equipe formada por seis leigos é coordenada por Jeane, com a orientação do Diácono João Tozzi. Entre as atividades está a organização dos encontros de formação para os noivos e do casamento, ajudando na escolha das leituras, fazendo o ensaio e acompanhando no dia do evento. A equipe realiza reuniões de acordo com a agenda dos casamentos do semestre.

 

Juventude

A Comissão Pastoral para a Juventude visa à evangelização da juventude, respeitando o protagonismo dos jovens, a diversidade dos carismas, a organização e as espiritualidades específicas de cada pastoral ou movimento.

 

Grupo de Jovens 

As atividades iniciaram 2008, quando alguns jovens começaram a se reunir para compartilhar experiências e debater temas relevantes no mundo católico. Hoje, mais de 150 jovens atuam ativamente nas atividades paroquiais. Eles se reúnem todos os domingos, às 17h, no auditório da matriz; participam das adorações ao Santíssimo, nas quartas-feiras, às 21h, na Comunidade Santa Luzia; e do Estudo bíblico, nas sextas-feiras, às 20h, no centro pastoral. Muitos atuam no Projeto 23 de Maio, levando amor e carinho às crianças, todas as sextas-feiras à noite. Também integram outras equipes e pastorais, como a de liturgia, música e acolhida, Pequeninos do Senhor, e auxiliam nos encontros da PA, EJC, EAC e Ecricri. Além das atividades semanais programadas, os jovens ainda se reúnem para momentos de descontração e partilha, promovendo luais e jogos na praia.

 

Comunicação

A Comissão para a Comunicação Social tem por objetivo animar, articular e zelar pela comunicação na Igreja de Vitória, atenta à cultura e às linguagens geradas pela revolução das novas tecnologias. O objetivo é favorecer a unidade e comunicação entre os organismos da Igreja, sendo parceira nas iniciativas relacionadas à produção de eventos e atividades das demais Comissões.

 

Pastoral da Comunicação

O trabalho começou em maio de 2014. Tariza, coordenadora da Pascom, destaca o trabalho de manutenção, apuração e edição do conteúdo do site, redes sociais e Revista Panorama. Vinte membros ajudam na divulgação e registro dos eventos da Paróquia, contribuindo com a elaboração de convites, cartazes, campanhas. O Conselho Editorial da Revista Panorama, coordenado por Christine, se reúne mensalmente para definir o conteúdo das próximas edições. Não é preciso ter conhecimento técnico para fazer parte, mas os profissionais da área são bem-vindos.

 

Laicato (leigos)

A Comissão Pastoral Arquidiocesana para o Laicato tem por missão promover a vocação e missão, formação e espiritualidade do laicato, organizando sua atuação na Arquidiocese.

 

Terço dos Homens

Criado em setembro de 2011 por iniciativa do padre Renato Christe, hoje conta com mais de 280 homens cadastrados. As reuniões são nas segundas-feiras, às 20 horas, com presença semanal em torno de 120 homens. Sérgio Vargas, coordenador, destaca que o movimento assume o compromisso de manter mensalmente o leite das crianças acolhidas pela Creche São Vicente de Paulo, no bairro Ibes, administrada e mantida pelos Vicentinos da Paróquia.

 

Apostolado da Oração

Apostolado da Oração é a união de fiéis que procuram vivenciar sua espiritualidade por meio do oferecimento diário de si mesmo (orações e obras, pensamentos e palavras, alegrias e sofrimentos). Eles se unem ao sacrifício Eucarístico, à devoção ao Sagrado Coração de Jesus, à devoção à Virgem Maria e ao Espírito Santo. Nestes pilares residem a força e a unidade da espiritualidade do Apostolado da Oração. Criado em 2000, possui 150 associados, sendo 37 zeladores e os demais, zelados. Sob coordenação de Salete, reúnem-se toda última terça-feira de cada mês, no Centro Pastoral Paroquial.

 

Grupo de Mães Que Oram

Atua na Paróquia desde 2013, tendo como Diretor Espiritual, o padre Anderson Gomes. Coordenado por Nilza Castelan, se reúnem todas as segundas-feiras, na comunidade Santa Luzia. Orar através da Bíblia tem levado as mães a uma intimidade maior com a Palavra do Senhor, aprendendo a escutá-lo e conhecer as promessas que Deus tem para cada uma. Além dos momentos de oração, o grupo também participa da Adoração ao Santíssimo Sacramento, junto com o Grupo de Jovens, da comemoração do Terço dos homens, mensalmente o Terço nas areias da Praia e anualmente as mil Aves Marias.

 

Grupo de Oração

Um Grupo de Oração é uma célula fundamental da Renovação Carismática Católica. É uma reunião de oração que busca viver a experiência de um Novo Pentecostes. Os encontros semanais são abertos a todos.
Na matriz, os momentos ocorrem nas quartas-feiras, às 19 horas, coordenados por Inês. Na comunidade Santo Antônio, as reuniões ocorrem nas segundas-feiras, também às 19 horas, coordenadas por Denise. Possuem diversos serviços, também chamados Ministérios: Núcleo; Intercessão; Oração por Cura e Libertação; Pregação; Família; Jovens; Crianças; Promoção Humana; Fé e Política; Música e Artes; Formação; e Comunicação Social. Para atuar em um ministério é necessário participar do Seminário de Vida no Espírito e ter feito Experiência de Oração.

 

Legião de Maria

Maria Célia coordena o presidum Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, grupo da Legião de Maria que objetiva evangelizar, promover a santificação de seus membros pela oração e cooperação, realizando um trabalho de apostolado a serviço do próximo. Atua há 17 anos na Paróquia, realizando reuniões todas as segundas-feiras, às 15 horas, no Centro Paroquial. Composto por 12 leigos, o carisma mariano do grupo é realizar visitas principalmente a lares e hospitais, levando uma palavra de amor, compreensão e conforto.

 

Vicentinos
A sociedade São Vicente de Paulo é uma organização católica internacional de leigos, fundada em Paris, em 1833, inspirada na obra e no pensamento de São Vicente de Paulo. O objetivo é realizar a justiça e a caridade para aliviar os sofrimentos alheios. Organizam-se em conferências espalhadas pelo mundo inteiro. A conferência vicentina de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é presidida por Marcos Chaves. Atualmente é composta por 15 membros (número máximo de integrantes), denominados confrades e consocias. As reuniões ocorrem nas segundas-feiras, na Paróquia, e são abertas a todos.

 

Ação Missionária

A Comissão Pastoral Arquidiocesana para Ação Missionária realiza as tarefas de animação, formação, organização e cooperação missionária. A Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro apoia o trabalho missionário realizado com a igreja-irmã de Lábrea, no Amazonas, e tem incentivado uma experiência semelhante com as Missões Populares. Iniciado em 2014, os leigos saem em duplas, em outubro, levando a palavra de Deus para famílias que vivem nas redondezas da Paróquia. O trabalho, iniciativa do padre Anderson Gomes, é coordenado por Tatiana. A equipe, composta por 10 pessoas, durante três meses, planeja a ação das duplas missionárias.

 

Bordados

Todas as quartas-feiras, um grupo com 15 pessoas se reúne na comunidade Santo Antônio, das 13h30 às 16h, para bordar. Os trabalhos são vendidos num bazar anual, sempre na véspera do Dia das Mães. O dinheiro arrecadado é doado para a comunidade e obras de caridade. Cecília, coordenadora da equipe, diz que qualquer pessoa é bem-vinda e não é preciso saber bordar, pois uma ensina o que sabe à outra. É também um trabalho de acolhimento aos cristãos da terceira idade.

 

Pastoral do Dízimo

O dízimo é essencial para dar as condições do trabalho da Paróquia: atividades de formação, encontros, necessidades litúrgicas (velas, hóstias, paramentos), manutenção da Igreja e do Centro Pastoral (luz, água, funcionários, ar-condicionado, etc), despesas do pároco (moradia, transporte, alimentação) e serviços de caridade (remédios, cestas básicas, auxílio à Creche São Vicente). Atualmente, na matriz, a equipe possui 55 pessoas divididas em oito equipes. Cada uma responsável por todas as missas de uma semana, a cada dois meses. Na Santo Antônio, Bruno coordena uma equipe de 40 leigos. E, na Santa Luzia, são 17 sob os cuidados de Isaac.

 

Pedal Cristão

É um grupo de amigos cristãos que tem em comum a vontade de praticar o ciclismo, o cuidado com a saúde e a propagação do amor, carinho e atenção ao próximo. A atividade principal ocorre todas as segundas-feiras, às 20 horas, tendo como ponto de encontro a igreja matriz. Também participam de outras atividades, como o pedal para acompanhar e agradecer a visita de Nossa Senhora Aparecida ao Estado e no projeto “Jesus, o Sol da nossa Praia”. Novas campanhas estão em andamento: combate à violência contra ciclistas e compra de peças e bikes de terceiros. No whatsapp, o grupo já atingiu 256 pessoas e no facebook já são 500.
Os pedais não saem com menos de 50 pessoas, de todas as comunidades, diferentes religiões, opiniões políticas e status social. A diretriz é a igualdade entre os membros. Com isso, incluem e resgatam pessoas na igreja.